ÁREAS DE ATUAÇÃO

Teófilo Otoni

Saiba mais sobre ações da Codemge em Teófilo Otoni.

Cineminas

Como parte do projeto Cineminas – Programa Codemge de Apoio ao Cinema, 21 cidades mineiras (incluindo Teófilo Otoni) irão receber investimentos do Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Codemge, para criar ou revitalizar salas de cinema: Araguari, Araxá, Caratinga, Coronel Fabriciano, Curvelo, Ibirité, Itajubá, Itaúna, João Monlevade, Nova Lima, Ouro Preto, Patrocínio, Ponte Nova, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia, Teófilo Otoni, Timóteo, Unaí, Varginha e Vespasiano.

A seleção foi feita a partir de um estudo de viabilidade, encomendado pela Codemge à empresa de consultoria Ernst & Young. Durante quatro meses, foram analisadas as condições, as demandas e o perfil do público alvo em 76 cidades mineiras com mais de 28 mil habitantes, que não possuem salas de exibição. O estudo, contratado por licitação, identificou a viabilidade econômico-financeira dos projetos em cada cidade, para garantir a sustentabilidade da iniciativa. Os consultores visitaram os municípios e mapearam os imóveis que poderão abrigar os cinemas.

Os complexos contarão com espaços de bilheteria, bomboniere e salas de exibição com capacidade para público de 150 a 200 pessoas.

O objetivo do Cineminas é fomentar a indústria cinematográfica mineira, desenvolvendo políticas, parcerias e ações de incentivo à produção, à exibição e à comercialização de conteúdos. Além disso, a iniciativa vai ampliar o acesso da população à cultura e gerar impactos econômicos e sociais em todo o Estado pela criação de demanda para entidades privadas e públicas de todo setor audiovisual. O programa leva em conta a diversidade estadual e atende à meta da Codemge de interiorização das ações de desenvolvimento.

Desenvolvimento de infraestrutura

Por meio de convênio com Setop (nº 4120), foi feita a aquisição de bueiros metálicos. O planejamento, a aquisição, a doação e controle desses materiais objetivam o desenvolvimento de infraestrutura para municípios mineiros, como ferramenta para integração do desenvolvimento regional e dinamismo do estado. Para Teófilo Otoni, foram adquiridas 26 unidades, entregues em 2017.



Voltar