ÁREAS DE ATUAÇÃO

Com foco em negócios e fomento à indústria de audiovisual, Codemge realiza a MAX 2019 nos dias 28 e 29 de novembro

27 de novembro de 2019
  • Consolidado como um dos mais importantes eventos do setor no país, a MAX 2019, em sua 4ª edição, propõe uma nova dinâmica para promover negócios e debates sobre tendências e políticas de incentivo ao setor.
  • Durante dois dias de intensas atividades, Belo Horizonte será palco de integração, negócios e oportunidades para os produtores mineiros e o mercado de audiovisual brasileiro.

Nos dias 28 e 29 de novembro, será realizada a quarta edição da MAX – Minas Gerais Audiovisual Expo, evento promovido pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae Minas) e pelo Serviço Social da Indústria (Sesi-MG). O evento ocorre na sede do Sebrae-MG: avenida Barão Homem de Melo, 329, Nova Granada, em Belo Horizonte, nos dias 28 e 29 de novembro, das 9h às 19h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo www.minasgeraisaudiovisualexpo.com.br e, durante o evento, no próprio local.

Caracterizando-se como uma plataforma de negócios e relacionamento dinâmica e inovadora, a MAX oferece oportunidades para toda a cadeia produtiva do setor, reunindo, além de produtores, distribuidores e exibidores de conteúdo de cinema, televisão e internet, desenvolvedores de jogos e profissionais de artes gráficas, música e publicidade em torno de uma extensa e qualificada programação que inclui salão de negócios, debates sobre temas de interesse do setor e atividades de capacitação.

Segundo Marcelo Braga de Freitas, Gerente de Fomento e Incentivo da Codemge, “a MAX é um evento que tem como objetivo fomentar negócios no setor audiovisual em todas as etapas da cadeia produtiva. Dessa forma, a promoção de um painel abrangente, que priorize a atualização e o relacionamento dos profissionais envolvidos, revela-se como uma importante ferramenta para o incremento dos investimentos e o aumento das oportunidades comerciais e criativas para todos os participantes”.

Oportunidades de negócios

Um dos esteios da programação, as rodadas de negócios colocam em contato produtores de conteúdo audiovisual e os chamados players: canais, produtoras, distribuidoras e outros. Há espaço para diversos gêneros e formatos, como longas-metragens, séries, programas de TV, documentários, reality shows, além de conteúdos de catálogo, em três categorias: ficção, documentário e kids. Entre os selecionados para as rodadas, foram escolhidos ainda 12 projetos para participação nos pitchings, ocasião em que os produtores apresentam suas propostas para um grupo qualificado de players e investidores do mercado de audiovisual. A edição 2019 da MAX recebeu inscrições de 476 projetos, de 13 estados brasileiros, excedendo em 11% o número registrado na edição passada – os 425 projetos inscritos em 2018 geraram, após as rodadas de negociações, um volume de prospecção de negócios da ordem de R$ 526 milhões.

Serão 200 propostas de documentários, 188 de ficção e 88 de animação. Minas Gerais lidera o ranking de inscrições com 291 projetos, seguido pelos estados de São Paulo (66), Rio de Janeiro (48), Bahia (19) e Rio Grande do Sul (12). Distrito Federal, Maranhão e Paraná serão representados por oito projetos cada; Santa Catarina com seis inscrições; Espírito Santo e Pará com quatro propostas por estado; Piauí e Sergipe com um cada.

Do lado dos players, já estão confirmadas as participações da Academia de Filmes, Amazon Studios, Arte1, Band, Boutique Filmes, Canal Brasil, Canal Futura, Elo Company, Europa Filmes, Fitness Channel, Giros Filmes, Glaz, Globo Filmes, GloboNews, Gloob & Gloobinho, GNT, Investimage, Looke, Mais Globosat, National Geographic, Nickelodeon, Sony Channel / AXN, TV Brasil, Viacom International Studios (VIS), entre outros.

Programação ampla e qualificada

A MAX promove negócios e atividades de capacitação profissional, cultural e educativa para o setor audiovisual. “É um evento indispensável para todos aqueles profissionais que atuam nesse importante segmento da indústria brasileira”.  É dessa forma que Lucas Soussumi, Gerente de Projetos da Associação Brasileira de Produtores Independentes de Televisão (Bravi) e curador da programação da MAX 2019, resume a importância do evento. “Reunimos os principais nomes do mercado audiovisual brasileiro – diretores, produtores, executivos, roteiristas e tantos outros profissionais de grande relevância -, para promover milhares de oportunidades de networking e debates sobre a inovação, a cultura, o mercado e as políticas para o setor”, acrescenta Soussumi.

O evento irá contar com uma ampla e diversificada programação, com abordagens que incluem temas atuais como políticas públicas para o setor, conteúdo infantil, diversidade e inclusão, presença feminina na animação, criação de conteúdo com abrangência internacional, entre outros, de forma a estabelecer um debate consistente e inspirador para o desenvolvimento do setor. Entre os destaques, o painel Elas Animam: a presença feminina no mercado de animação, em que realizadoras abordam o papel cada vez maior das mulheres na indústria audiovisual e de animação. Já a oficina Acessibilidade como negócio audiovisual vai orientar os participantes no cumprimento dos requisitos legais mas também demonstrar que investir em acessibilidade, além de demonstrar comprometimento social, abre caminho para o aumento da audiência em todas as janelas de distribuição.

As novas tecnologias também serão exploradas, em painéis como o X-Reality – Mercado, Conteúdo e Tendências, que reúne especialistas em mídias imersivas; o Blockchain na Indústria Criativa, que fala sobre as criptomoedas e suas possibilidades para aumentar a segurança, a organização e a agilidade na monetização de conteúdos; e o Insights, Big Data e Algoritmos: como os dados definem o que consumimos, sobre o desafio de traçar o perfil dos consumidores a partir dos dados de consumo, pesquisas e interações na web.

Programação cultural

Paralelamente ao salão de negócios, painéis e debates focados no mercado audiovisual, a MAX 2019, reiterando a importância da indústria criativa como ferramenta de inserção e democratização da cultura, promove atividades culturais gratuitas durante o evento. Todas as atividades culturais acontecem também no Sebrae-MG.

Na abertura oficial, no dia 28 de novembro, às 9h, a Orquestra de Câmara Sesiminas executa um repertório composto exclusivamente por trilhas sonoras de clássicos do cinema, sob a regência do Maestro Marco Antônio Maia Drumond. Criada em 1986 com o objetivo de garantir o acesso do público à música orquestral de qualidade, a Orquestra de Câmara Sesiminas já conta com mais de 1.200 apresentações em seu histórico.

Por meio do SESI Museu de Artes e Ofícios, em parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS-BH), a MAX 2019 promove a Exposição Imagem, Memória, Técnica Audiovisual, que irá retratar a evolução tecnológica do cinema, delineando equipamentos e técnicas de várias épocas da sétima arte. A mostra fica em cartaz de 28 de novembro a 12 de dezembro, das 8h às 18h.

Também durante o evento haverá a Sessão Educativa de Cinema, com a projeção do filme O Menino no Espelho. Dirigido por Guilherme Fiúza Zenha e baseado na obra do escritor Fernando Sabino, o filme conta a história de Fernando, um menino de 10 anos que está cansado de fazer tarefas chatas e sonha em ter um sósia para assumi-las. Certo dia, seu desejo se realiza e seu reflexo ganha vida própria e deixa o espelho. A Sessão Educativa de Cinema será exclusiva para alunos de escolas públicas de Belo Horizonte, e terá direito a ônibus para deslocamento dos estudantes e pipoca durante as sessões.

A MAX 2019 será realizada nos dias 28 e 29 de novembro, das 9h às 19h, na sede do Sebrae-MG: avenida Barão Homem de Melo, 329, Nova Granada, em Belo Horizonte. Saiba mais e inscreva-se gratuitamente em www.minasgeraisaudiovisualexpo.com.br.