ATIVIDADES

Dois eventos gastronômicos apoiados pela Codemig ocorrem na primeira quinzena de julho

7 de julho de 2016

Eventos dedicados à valorização e à comercialização da gastronomia mineira são fomentados pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio do Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa

A primeira quinzena de julho abrigará dois eventos fomentados pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig): a Experimente, Feira de Cervejas Artesanais, de realização mensal, e o Igarapé Bem Temperado, festival gastronômico anual. A iniciativa de fomento é parte do Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa.

Mesmo em meses de temperaturas baixas como junho e julho, os criadores da Experimente afirmam que a cerveja é popular. Isso poderá ser verificado na edição de julho da feira, que trará estilos de cerveja apropriados para serem consumidos em climas frios. A grande atração deste mês ficará a cargo das cervejas escuras, encorpadas e de graduação alcoólica mais alta. Entre os convidados estarão o chef Leandro, da Taberna do Vale Cervejaria, e a Aeon Cervejaria, além do produtor do mês, Café das Amoras.

As atrações musicais da edição são as bandas Beezoro, Muñoz Duo e o Dj Motoca. A feira acontece no dia 9 de julho, sábado, das 11h às 18h, na Praça dos 4 Elementos, no Jardim Canadá – Nova Lima. A programação completa pode ser acessada em: http://bit.ly/experimente-julho.

Já o Igarapé Bem Temperado é um tradicional evento, tendo como chefs da culinária as senhoras da região com idade acima de 60 anos. No festival, que será promovido entre os dias 14 e 17 de julho, o público encontra doces, quitandas, quitutes, licores e outras iguarias. São cerca de 20 mil porções produzidas e vendidas. O horário de funcionamento varia das 18h às 23h30 (nos dias 14 e 15 de julho), das 10h às 23h30 (no dia 16 de julho) e das 9h às 18h30 (no dia 17 de julho), sempre na Praça Miguel Henriques da Silva, no Centro de Igarapé. A programação completa pode ser conferida em: www.facebook.com/igarapebemtemperado/?fref=ts.

A 12ª edição do festival continua trazendo a tradição da cozinha mineira e da culinária caipira de beira de fogão, além de colaborar para o aumento da renda das famílias produtoras.

Editais de gastronomia

Os editais de gastronomia lançados pela Codemig abrangem propostas de festivais gastronômicos e de projetos para a realização de encontros de Food Truck em cidades da Estrada Real. Ao todo, mais de 10 projetos foram contemplados, beneficiando todos os territórios gastronômicos do Estado: Cerrado, Espinhaço, Rios, Central e Mantiqueira. O investimento da Codemig nessa iniciativa pioneira totaliza R$1,5 milhão.

Foram avaliados critérios como viabilidade da execução, abrangência, inovação, envolvimento de profissionais e produtos da região, participação de chefs, público estimado, estrutura física, estratégias de comunicação e comercialização, tradição do evento e acessibilidade. A seleção de projetos de fortalecimento e fomento dos festivais gastronômicos tem o objetivo de potencializar a cadeia produtiva gastronômica em Minas Gerais e contribuir para a movimentação do fluxo turístico regional e nacional, além de reforçar o posicionamento do Estado como um destino turístico gastronômico de referência no País.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemig à gastronomia integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, lançado em agosto de 2015. A iniciativa inédita e estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 20 milhões em editais de fomento e fortalecimento, com iniciativas de valorização de setores como gastronomia, audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. Estima-se que haja mais de 250 mil empresas no Brasil na área da Indústria Criativa.