ÁREAS DE ATUAÇÃO

Governo de Minas Gerais divulga selecionados para expor no Minas Trend

27 de setembro de 2019

Empresas irão participar do maior salão de negócios de moda do país, em estandes montados pela Codemge

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), anuncia os selecionados para expor seus produtos no 25º Minas Trend. Foram escolhidas 21 marcas, em seleção aberta a empreendedores de todo o Estado, para apresentar e comercializar suas coleções para o outono/inverno 2020 em espaços coletivos montados pela Codemge. O evento ocorre de 22 a 25 de outubro, no Expominas, em Belo Horizonte.

Foram selecionados onze representantes do setor de vestuário, seis produtores de bijuterias, joias e acessórios, e quatro marcas de bolsas. A seleção foi feita a partir dos critérios originalidade e design, qualidade de produção e acabamento, capacidade produtiva, possibilidade de expansão do negócio, adequação ao público-alvo e apresentação e comunicação da marca. A escolha é orientada para valorizar profissionais de diversas partes do estado e apoiar iniciativas de maior potencial de contribuição ao desenvolvimento econômico, com geração de empregos, receitas e práticas inovadoras.

Os selecionados:

VESTUÁRIO

Maritaca

By My Hands

Maison Azevedo

Styx

Réaliser Casacos com Arte

Mima Lingerie

Valeria.d.valeria

P.O.R.

Renata Coelho

Florent

Norb Creative Brand

BOLSAS

Taciana Scalon

OAND

Futurarte Artesanato

Arq’Cessórios

BIJUTERIAS, JOIAS E ACESSÓRIOS

Artirffi Joias

Zampieri e Lages

Aramadum

Vanessa Campolina Acessórios

Box19

Julia Bianchi Estudio

Setor da moda e desenvolvimento econômico

O Minas Trend é realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), com parceria da Codemge. O apoio da Codemge ao Minas Trend faz parte de um contexto de investimentos estratégicos da empresa na indústria criativa. O objetivo é fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o estado. Mais de R$ 50 milhões já foram investidos em iniciativas de valorização dos setores de moda, gastronomia, audiovisual, design, música e novas mídias.

A indústria criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. A cadeia produtiva da moda oferece importante contribuição à economia do estado. Em 2013, gerou riquezas no valor de R$ 3,3 bilhões. Os dados são de uma pesquisa encomendada pela Companhia à Fundação João Pinheiro. O estudo revelou que, em 2014, os empregos do setor corresponderam a 15,2% da indústria de transformação, e a moda impulsionou a economia de 135 municípios de Minas, onde o setor tem peso maior na produção industrial do que em relação à média do estado.