ATIVIDADES

Planos de ação para revitalização de distritos industriais mineiros serão entregues nos próximos meses pelo Governo de Minas Gerais

23 de agosto de 2016

Codemig irá investir, até o fim do ano, cerca de R$ 30 milhões no programa, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento industrial em Minas Gerais

Iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), o Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais já se encontra na fase de desenvolvimento dos planos de ação. Inédito e estratégico, o projeto foi lançado em 2015, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG). O presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Junior, estiveram juntos no último dia 9, em reunião de acompanhamento do programa, que tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento industrial em Minas Gerais, tornando o Estado cada vez mais atrativo e dotado de melhores condições de competitividade para a indústria.

Após estudo detalhado das demandas e potencialidades dos 53 distritos industriais da Codemig, 13 deles foram selecionados como prioritários para receber as ações do programa: Belo Horizonte – Distrito do Jatobá, Betim, Contagem, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Ituiutaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Uberaba e Uberlândia. Na atual etapa, representantes da Codemig e da Fiemg estão trabalhando na sensibilização dos empresários e lideranças, bem como no apoio à criação de governanças locais. Também estão sendo identificadas as necessidades de cada negócio e as demandas coletivas, para definir as ações de melhoria.

A fase atual irá culminar na elaboração e entrega de um plano de ação para cada distrito. Dos 13 distritos prioritários, Belo Horizonte, Contagem e Governador Valadares já estão com seus planos concluídos; as demais propostas serão entregues até dezembro deste ano. Cada plano será elaborado com base em 22 aspectos estratégicos, como infraestrutura, recursos humanos, inovação tecnológica, imagem e mercado. Até o fim deste ano, a Codemig deve investir cerca de R$ 30 milhões no programa.

Iniciativa em expansão

As possibilidades abertas pelo Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais (DIs) já começam a atrair a atenção de empresários em outros distritos mineiros. A partir de demanda colocada pelos próprios dirigentes, os DIs de Araxá e de Araguari foram incorporados à iniciativa e serão os próximos a receber a equipe do projeto para levantamento de dados.

O presidente da Codemig ressaltou a importância dessa demanda ativa. “A parceria das empresas desde o início do processo vai permitir que esforços em todas as fases, da coleta de dados à implantação final, sejam compartilhados. Isso dará um grande impulso ao projeto e potencializará muito os resultados”, salientou Castello Branco.

Outras informações sobre o Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais  estão disponíveis nos sites www.distritosindustriaismg.com.br, na seção Distritos Industriais do site da Codemig  e www.facebook.com/distritosindustriaismg.