ATIVIDADES

Sala Minas Gerais recebe alunos da rede municipal para Cantata de Primavera

29 de setembro de 2017

A Sala Minas Gerais, espaço pertencente à Codemig, recebeu nesta semana um espetáculo diferente. Em lugar dos experientes músicos que já pisaram naquele palco, estiveram crianças no início de sua formação artística. Os estudantes da Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte participaram na segunda-feira, 25/9, da segunda edição da Cantata de Primavera. Segundo informações da Prefeitura, o evento buscou reunir centenas de estudantes de 26 corais de escolas públicas municipais da cidade em duas apresentações, uma pela manhã, com 14 corais, e outra à tarde, com outros 12 conjuntos.
 
A Cantata de Primavera integra as atividades que a Secretaria Municipal de Educação está realizando ao longo de 2017, em comemoração aos 120 anos de Belo Horizonte. O evento é realizado pelas escolas municipais e destinado a pais, alunos, professores, profissionais da educação municipal e comunidade escolar.
 
As sete músicas integrantes da Cantata foram escolhidas a partir do repertório do Clube da Esquina, como fruto de uma pesquisa musical sobre Belo Horizonte. Na última semana, os corais envolvidos estiveram juntos para um ensaio geral do espetáculo. Outras informações estão disponíveis no site da Prefeitura de Belo Horizonte.

Sala Minas Gerais

Localizada na Rua Tenente Brito Melo, 1.090, no Barro Preto, a Sala Minas Gerais foi o primeiro espaço do Centro de Cultura Presidente Itamar Franco a ser aberto ao público. A sala de concertos foi projetada com alta tecnologia e capacidade para 1,4 mil espectadores. Sua acústica é comparável ao nível das melhores salas do mundo. Além de ter estrutura para receber grandes orquestras, o espaço amplia a capacidade de atuação das orquestras do estado, bem como seus programas educativos e sociais que visam à formação de público.

Resultado de esforço travado por profissionais de notória competência, do Brasil e do exterior, a Sala Minas Gerais se equipara aos mais consagrados espaços do mundo que se dedicam à fruição e ao aprendizado da música erudita. O local é dotado de áreas de público e técnicas e salas de ensaios individuais e coletivas, além de infraestrutura para gravações de áudio e vídeo, iluminação cênica, pontos de apoio para equipes de televisão, segurança e demais instalações dotadas de acessibilidade aos portadores de necessidades especiais. Há três pavimentos de garagens, resultando em um estacionamento com cerca de 500 vagas, para atender o público em noites de concertos, importante diferencial em relação às casas de espetáculos existentes na cidade. 

O Centro de Cultura Presidente Itamar Franco, além da Sala Minas Gerais, abriga as sedes da Rede Minas de Televisão e da Rádio Inconfidência, emissoras públicas do estado. Trata-se de um marco histórico para a trajetória das duas emissoras, que nunca tiveram sede própria. Ocupando uma área de 41.258,03 m², o Centro de Cultura está localizado a apenas um quarteirão do cruzamento das avenidas Amazonas e Contorno. O projeto inclui, ainda, um casarão restaurado onde funcionará a Mineiraria – Casa da Gastronomia, que deve ser aberta até o fim deste ano.