ATIVIDADES

Codemge participa de reunião com a Comissão das Águas Minerais da Câmara de Caxambu

14 de fevereiro de 2019

Representantes da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) participaram de reunião com a Comissão das Águas Minerais da Câmara Municipal de Caxambu. O encontro foi realizado a convite da Comissão no dia 13/02/19, em Caxambu, e tratou de assuntos referentes ao Parque das Águas. A comitiva da Codemge, composta por seis profissionais, foi liderada pelo diretor de Mineração, Energia e Infraestrutura, Renato de Souza Costa. Da Câmara, estiveram presentes o presidente da Comissão das Águas Minerais, Renato Sales Brandão, e o vice-presidente dessa Comissão, Júlio Carlos de Souza Nogueira, além dos vereadores Vinicius Hemetério (presidente da Câmara), Paulo José Rodrigues e Francisco Martins.

A equipe da Codemge abordou diversas temáticas referente ao Parque, como a gestão do empreendimento feita pela Empresa desde outubro de 2017 e as numerosas melhorias já realizadas nesse período, como capina, aquisição de mobiliário de piscina, limpeza do quiosque do Chico Cascateiro, instalação de placas direcionais e explicativas ao longo do Parque (nova programação visual com aprovação do Iepha), colocação de urna de ouvidoria e informatização da bilheteria do Parque, inclusive com a possibilidade de compras online. Foram salientadas as obras de reforma e restauração em andamento no empreendimento, que incluir recuperação de muros, muretas, gradil e alambrado da quadra poliesportiva, além da construção e da reforma de calçadas, bem como reforma de passeios, meio fios e calçada portuguesa, com investimento da Codemge em torno de R$ 1,5 milhão e conclusão prevista para o primeiro semestre deste ano. A reveladora pesquisa geoambiental “SIGA Circuito das Águas” também teve destaque, apresentando-se as principais conclusões do estudo, realizado em 2018 com investimento de aproximadamente R$ 2 milhões oriundos da Companhia.

O agravamento histórico do assoreamento da Lagoa, o status do gêiser, a situação precária encontrada em 2017, a perícia judicial e o monitoramento das fontes também estiveram entre os assuntos tratados. A Codemge ainda expôs receitas e despesas, ações com a comunidade e a contratação de serviços de engenharia para recuperação do sistema de aquecimento de água das instalações do Balneário, incluindo reparos na caldeira geradora de vapor, no trocador de calor, no tanque de condensado, com investimento de cerca de R$ 74 mil e conclusão prevista até o fim do mês. A Empresa explicou que a operacionalização completa do Parque, incluindo o Balneário, depende da conclusão do processo judicial 0028.312-76/2017.8.13.0155. Clique aqui para ver a apresentação utilizada pela Codemge na reunião.