ATIVIDADES

Comissão técnica inicia seleção do Edital de Incentivo à Gastronomia lançado pela Codemig

7 de novembro de 2016

Iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais potencializa a cadeia produtiva gastronômica mineira

A comissão técnica de avaliação iniciou os trabalhos de seleção do Edital de Incentivo à Gastronomia 2016. Lançado em 27 de agosto pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur), o edital destina R$ 1,5 milhão à valorização da gastronomia no estado, por meio do apoio a eventos nos cinco territórios gastronômicos mineiros — Cerrado, Central, Espinhaço, Mantiqueira e Rios. Foram recebidas 80 inscrições, em três categorias: Festivais Gastronômicos (voltada para eventos que já realizaram pelo menos uma edição nos últimos três anos), Food Truck nos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (para eventos que reúnam pelo menos oito food trucks) e Novos Eventos, que pretende estimular a criação de novos festivais e iniciativas pelo Estado.

A comissão é integrada por profissionais de notório saber, ligados à gastronomia e ao turismo: Cristiano Lamêgo, da Câmara da Indústria de Alimentos; Baques Sanna, da Frente da Gastronomia Mineira; Mônica Castro, do Sebrae; Hans Eberhard Aichinger, do Senac; Liliane Riberio, do Senai; Rute Costa Assis, do Sesi. Representantes da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Nathalia Farah Laranjo) e da Codemig (Henrique Luz) também integram a comissão técnica de avaliação.

Os integrantes irão avaliar os projetos inscritos de acordo com critérios como inovação, valorização dos produtos e modo de fazer da região, envolvimento dos produtores e profissionais locais, estratégias de comunicação, comercialização e promoção, bem como acessibilidade a pessoas com necessidades especiais, entre outros. O resultado está previsto para o dia 8 de dezembro de 2016.

Estratégia de desenvolvimento

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Codemig, está investindo de modo pioneiro na gastronomia do Estado, setor estratégico na geração de emprego e renda para a economia mineira. O edital potencializa a cadeia produtiva gastronômica em Minas Gerais e movimenta o fluxo turístico regional e nacional, reforçando o posicionamento do Estado como um destino turístico gastronômico de referência no País.

“Considerada cartão postal do Estado, a gastronomia mineira faz parte da nossa história e da nossa cultura. Dessa forma, o trabalho da Setur está pautado na promoção da gastronomia mineira como produto turístico, promotor de destino e fator gerador de renda”, destaca o secretário de Estado de Turismo, Ricardo Faria. 

Com a primeira edição do edital, lançada em agosto de 2015, a Codemig investiu R$ 1,5 milhão no setor. Foram recebidas 72 inscrições, e selecionados projetos de eventos gastronômicos em 11 municípios mineiros (Belo Horizonte, Brumadinho, Diamantina, Divinópolis, Igarapé, Itabira, Juiz de Fora, Lambari, Nova Lima, São Gonçalo do Rio das Pedras e São João del-Rei). O objetivo, neste ano, é dobrar o número de contemplados e distribuir os recursos em cada um dos 17 Territórios de Desenvolvimento do Estado.

“Após o sucesso da seleção de 2015, temos duas novidades para a edição 2016: a criação da categoria Novos Eventos e a ampliação da categoria Food Trucks, antes válida somente para municípios da Estrada Real, e agora para todos os 45 Circuitos Turísticos do Estado. As duas mudanças abrem possibilidades para as cidades e regiões que ainda não têm eventos gastronômicos consolidados”, explica a diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, Fernanda Machado.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemig à gastronomia integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, lançado em agosto de 2015. A iniciativa inédita e estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 20 milhões em editais de fomento e fortalecimento, com iniciativas de valorização de setores como gastronomia, audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. Estima-se que haja mais de 250 mil empresas no Brasil na área da Indústria Criativa. Acompanhe as iniciativas do programa Minas de Todas as Artes no Facebook (www.facebook.com.br/minasdetodasasartes) e no Instagram (@minasdetodasasartes).

Conheça também: águas minerais

Detentora da concessão das fontes de águas minerais das marcas Araxá, Caxambu, Cambuquira e Lambari, a Codemig tem trabalhado para que esse patrimônio mineiro esteja disponível em cada vez mais supermercados e outros estabelecimentos comerciais. Com seu novo modelo de gestão referente aos Direitos Minerários, Equipamentos e Instalações de Envasamento dessas águas, a Empresa tem conferido especial atenção a essa relevante frente de ação, assegurando a continuidade de operação, manutenção e vendas das águas minerais e considerando sempre a importância de sua atuação estratégica em prol do desenvolvimento socioeconômico do Estado de Minas Gerais.

As águas minerais do Estado são extraídas com suas composições minerais naturalmente balanceadas e pureza inigualável. Límpidas, transparentes e refrescantes, elas brotam de todo o extenso território, em fontes e nascentes que dão origem a córregos, rios, cachoeiras e lagos. Na região das Águas da Mantiqueira, ao sul de Minas Gerais, vêm as sofisticadas águas mineiras Caxambu, Cambuquira e Lambari. No oeste mineiro, nasce a Araxá, outra importante fonte de água de rara leveza.

As águas de Cambuquira e Caxambu, por exemplo, participam de importantes festivais gastronômicos no mundo, como é o caso do Madrid Fusion e do Festival de Gastronomia de Tiradentes, entre outros. A Cambuquira é uma água mineral leve, suave e exclusiva, premiada como uma das melhores do mundo. Por sua vez, a Caxambu tem a capacidade natural de ampliar a percepção dos sabores, sendo indicada para se degustar durante as refeições e para o preparo de receitas especiais e refinadas, sendo considerada uma água gourmet por excelência.

Minas Gerais participa com cerca de 10% do total de água produzida no País, ocupando a segunda posição no ranking nacional. É ainda o Estado onde se encontra a maior concentração geográfica de águas carbogasosas, alcalinas, alcalino-terrosas, sulfatadas e sulfurosas. Outras informações podem ser obtidas pelo contato comercial (31) 3250-2900.