ÁREAS DE ATUAÇÃO

Voe Minas Gerais conecta Uberlândia a Araxá, Patos de Minas e Patrocínio

11 de março de 2019

Voos começam nesta segunda-feira, fomentando a integração aérea regional e o desenvolvimento

O Voe Minas Gerais, Projeto de Integração Regional – Modal Aéreo, lança um novo hub conectando Uberlândia aos municípios de Araxá, Patos de Minas e Patrocínio. A novidade foi motivada pela conectividade pré-existente do aeroporto de Uberlândia, em especial em relação à cidade de São Paulo, já trabalhada por aviações comerciais. Além disso, foi verificada demanda do oeste de Minas, bem como potencial do aeroporto em oferecer transporte entre as cidades, Uberlândia e outros pontos do estado e São Paulo. Os voos começam nesta segunda-feira, 11/3. As passagens já estão disponíveis para compra pelo site do projeto, www.voeminasgerais.com.br, e nos aeroportos participantes.

Os horários de decolagem em Patos de Minas para Uberlândia são: segunda-feira, às 7h50 e às 16h15, quarta-feira, às 7h50, quinta-feira, às 16h50, e sexta-feira, às 14h55. De Uberlândia a Patos de Minas, estão disponíveis os seguintes horários: segunda-feira, às 13h20 e às 18h50, terça-feira, às 13h20, quarta-feira, às 13h20, quinta-feira, às 13h20, e sexta-feira, às 19h10. O valor dos bilhetes varia de R$ 370 a R$ 410.

Os horários de decolagem em Araxá para Uberlândia são: segunda-feira, às 11h20, terça-feira, às 8h20, quarta-feira, às 12h, quinta-feira, às 8h20, e sexta-feira, às 11h20. De Uberlândia para Araxá, estão à disposição os seguintes horários: segunda-feira, às 10h20 e às 18h50, quarta-feira, às 10h20 e sexta-feira, às 10h20 e às 19h10. O preço das passagens varia de R$ 310 a R$ 340.

De Patrocínio para Uberlândia, os horários são: segunda-feira, às 16h55, e sexta-feira, às 14h15. De Uberlândia a Patrocínio, estão disponíveis os seguintes horários: quarta-feira, às 10h20, e sexta-feira, às 13h20. O valor dos bilhetes vai de R$ 260 a R$ 290.

Os 17 municípios atendidos atualmente são: Almenara, Araçuaí, Araxá, Belo Horizonte, Caratinga, Diamantina, Governador Valadares, Ipatinga, Manhuaçu, Patos de Minas, Patrocínio, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberlândia, Varginha e Viçosa. Em Ipatinga, por determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) quanto ao Aeroporto Regional do Vale do Aço, os voos estão suspensos no momento.

Os voos do projeto são realizados em aeronaves Cessna Grand Caravan 208 B, que transportam até nove passageiros. O valor das passagens varia de R$ 120 a R$ 820, de acordo com a distância percorrida.

O projeto busca fomentar os negócios locais, desenvolver o turismo, integrar as diversas regiões do estado e facilitar o deslocamento da população entre o interior e a capital, Belo Horizonte, permitindo que tenham acesso rápido a eventos e serviços disponíveis. Para Minas Gerais, que possui uma área total de quase 600 mil quilômetros quadrados, o investimento na regionalização por meio do transporte aéreo é estratégico para atender a meta de redução das desigualdades nos 17 territórios de desenvolvimento.

As passagens podem ser obtidas pelo site do projeto, www.voeminasgerais.com.br, ou pelo telefone (31) 3207-8888.

Dois anos de operação

Em agosto de 2018, o Voe Minas Gerais completou dois anos de operação. Nesse período, cerca de 23 mil passageiros foram transportados em 6.535 voos realizados. A taxa média de ocupação dos voos atingiu percentual acima de 60%, com receita da venda de passagens totalizando R$ 7,5 milhões. O subsídio por passageiro tem apresentado constante diminuição no decorrer do projeto, tendo chegado em julho em R$ 119,31 por passagem.

A iniciativa foi lançada em 17 de agosto de 2016, com o objetivo de fomentar o transporte aéreo regional, estimular os negócios e o turismo, aproveitando a infraestrutura aeroportuária pública já disponível no Estado.